Acidente simulado com vazamento de óleo mobiliza equipes de emergência na APM Terminals Itajaí

26 de agosto de 2016 15:390 comentárioViews: 21

IMG_9135_FOTO JOÃO SOUZA

Ambulâncias, sirenes ligadas, bombeiros em ação. Equipes de emergência estavam a postos na manhã desta sexta-feira (26) na APM Terminals Itajaí para um exercício que simulava um vazamento de óleo em terra e água, com vítimas em função da ocorrência de incêndio e explosão.

O cenário representava um incidente durante uma operação de treinamento com guindaste MHC (Mobile Harbour Crane), com colisão de contêiner em pêndulo na casa de máquinas, provocando vazamento de mil litros de óleo hidráulico e 4 mil litros de óleo diesel. Durante o simulado, foram tomadas todas as medidas emergenciais necessárias.

A simulação deste acidente tem como objetivo a preparação, o treinamento e a avaliação do atendimento a emergências, bem como o fluxo de mobilização do plano, desde o tempo gasto no atendimento até a eficiência nas ações, respostas e comunicação entre todas as equipes envolvidas na emergência.

“A segurança é nossa licença para operar, é parte do que fazemos. Por isso, buscamos continuamente melhorar o nosso desempenho em segurança, capacitando equipes e avaliando os resultados práticos dos treinamentos em simulações que requerem o empenho de todos os envolvidos, como se fossem situações reais”, destacou Amilton Rocha, Diretor de Recursos Humanos da APM Terminals no Brasil.

O exercício simulado também atende ao cronograma proposto pelo Plano de Controle de Emergência e pelo Plano de Emergência Individual (PEI) do Porto de Itajaí e APM Terminals. Além disso, está em conformidade com o Plano de Área (PA), o Plano de Auxilio Mútuo (PAM) e cumpre requisitos legais junto aos órgãos ambientais e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Organizado pela APM Terminals e pela Superintendência do Porto de Itajaí, o simulado contou com a participação do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental, Ecosorb/ Suatrans Marine, Defesa Civil de Itajaí, Defesa Civil de Santa Catarina, Fundação Municipal de Meio Ambiente (Famai), Fundação Estadual de Meio Ambiente (Fatma), Delegacia da Capitania dos Portos e Complexo Portuário de Itajaí.

Leave a Reply


Facebook