Bc teve duas vezes mais suicídios que a média nacional

9 de setembro de 2016 14:400 comentárioViews: 94

safd-grs

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil está entre os dez países com as maiores taxas de suicídio do mundo. São 5,8 casos anuais para cada 100 mil habitantes de acordo com os dados de 2012, último ano em que o levantamento foi feito.

Preocupado com o expressivo número de notícias sobre casos de suicídio em Balneário Camboriú, o CVV- Centro de Valorização da Vida, requereu por meio da vereadora Marisa Zanoni (PT), um relatório estatístico sobre os atendimentos a pessoas que tiraram a própria vida na cidade. O levantamento analisou os dados dos últimos três anos.

Segundo o Comandante José Hoffmann Júnior, do 12º Batalhão de Polícia Militar de BC, de 2014 até o primeiro semestre deste ano foram registrados 47 casos de suicídio em Balneário Camboriú.

Foram 17 ocorrências em 2014, 17 em 2015 e 13 casos até o primeiro semestre deste ano.

Para a vereadora Marisa Zanoni, a situação exige um trabalho de prevenção com as vítimas em potencial, que são as pessoas que estão passando por depressão. “É preciso saber ainda como estão sendo feitos os atendimentos na rede pública de saúde, para quem precisa de tratamento psiquiátrico e psicológico. Alguém está falhando neste processo para uma cidade como a nossa, ter um índice tão alto de mortes por suicídio”, desabafa.

De acordo com a coordenadora de divulgação do CVV, Lu Labrea, são necessárias políticas públicas de atendimento que acolham quem passa por momentos de dificuldade com atendimento psiquiátrico e psicológico. “Hoje é difícil quem não tenha um parente que já enfrentou a depressão, uma doença altamente tratável. É aí que o CVV procura auxiliar, ouvindo as pessoas”, explica.

Intervenção teatral pretende parar a praça

Neste sábado dia 10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, o CVV vai realizar um evento sobre o tema na Praça Almirante Tamandaré, em Balneário Camboriú.

Voluntários vão esclarecer dúvidas sobre o atendimento prestado pelo CVV, associação filantrópica sem vinculações políticas e religiosas que desde 1962 realiza serviço voluntário, gratuito de apoio emocional e de prevenção ao suicídio.

O ponto alto será uma intervenção teatral com estudantes de psicologia da Univali, que vão representar os 32 casos de suicídio que ocorrem por dia no país. Destes, 13 levarão as iniciais BC na vestimenta de cor preta, numa alusão aos casos de suicídios cometidos só no primeiro semestre deste ano. Os atores ficarão na praça, alguns com frases de impacto como: “não passar na faculdade valeu a vida dele”, “a traição do marido valeu a vida dela”, num objetivo de provocar uma reflexão acerca do problema, considerado caso de saúde pública pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

Serviço:

Evento: Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio-CVV

Dia: 10 de Setembro (sábado)

Hora: das 14h30 às 17hs

Local: Praça Almirante Tamandaré -Bal.Camboriú

Entrevistados:

Lu Labrea- Coordenadora de Divulgação CVV Bal. Camboriú- (47) 9177-0507

José de Arimatéia- Coordenador Geral CVV Bal. Camboriú- (47) 9117-6820

Marisa Zanoni- Vereadora (PT) – (47) 9268-8185

Leave a Reply


Facebook