Mais de 1300 doses de vacina foram aplicadas no “Dia D” contra a influenza

15 de maio de 2017 10:520 comentárioViews: 4

O sábado (13) foi movimentado nas Unidades de Saúde de Balneário Camboriú. Das 8h às 17h, 1344 pessoas se vacinaram contra a influenza durante o “Dia D” da vacinação. O casal de idosos, Frederico e Vera Hinrichen, foi junto até o Posto Central receber a dose anual que os mantém livres da gripe. “Faz muito bem pra nossa saúde, então todos os anos a gente se vacina”, contou Vera. Já seu Frederico fez questão de sorrir enquanto se imunizava, para mostrar que a vacina não doía. “As mulheres cuidam mais da saúde, mas os homens também precisam se cuidar” ressaltou.

Aos 70 anos, Naty Dias Panisson esbanjava saúde. Ela também aproveitou o sábado para se proteger contra a gripe. “É o segundo ano que eu tomo, antes eu não dava muita bola pra vacina. Me sinto mais protegida, principalmente porque quando fico gripada, tenho muita dor de garganta e faringite. A vacina está me ajudando” contou. A professora Enisia Magnavita, foi acompanhada dos filhos Pedro e Sofia, de 10 e 12 anos. Todos têm direito à vacina por terem doenças crônicas. “Todos os anos a gente se vacina. É muito importante” contou Enisia.

No total, 14.466 pessoas já se vacinaram em Balneário Camboriú, o que corresponde a 61,47% da meta na cidade, que é de 22.218 pessoas. Dentre os grupos prioritários, os idosos foram os que mais se vacinaram, totalizando 80,77%; seguido pelas gestantes com 43,66% e trabalhadores da saúde e educação com 37,95%. O número de doses aplicadas nas crianças foi baixo, totalizando 34,14% da meta e por fim as puérperas totalizam 32,8%.

A pequena Ágata Brustulin, de 04 anos, tem direito à vacina, mas é uma das crianças que ainda não se vacinou. Neste sábado ela não saía de perto do Zé Gotinha, que estava na Praça Almirante Tamandaré convidando as crianças para se vacinarem. “Ela estava gripada e com febre na semana passada, por isso ainda não tinha levado ela para se vacinar” contou a mãe da menina, Adamiza Brustolin, que garantiu ao Zé Gotinha que iria levar a filha ao Posto da Praia para receber a dose.

Quem não se vacinou, ainda dá tempo para se proteger contra a influenza. Até o dia 26 de maio, de segunda a sexta-feira, a vacinação está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, no Posto de Saúde Central, no Núcleo de Atenção à Mulher (NAM), Posto de Atenção Infantil (PAI) e no Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI). “É muito importante que a população alvo, se vacine para que possamos atingir uma boa cobertura no município, garantindo assim a saúde da população. A vacina é o meio mais eficaz quando se fala em prevenção”, falou a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DEVE), Laís Emídio.

O último boletim de influenza do Ministério da Saúde aponta que, até 06 de maio, foram registrados 605 casos de influenza em todo o país. Do total, 30 foram por gripe A H1N1, sendo que oito evoluíram para óbito por H1N1. Em relação ao vírus Influenza A (H3N2), foram registrados 398 casos e 52 mortes. Houve ainda 111 casos e 30 óbitos por influenza B. Os outros 66 casos e 9 óbitos foram por influenza A não subtipada.

Leave a Reply


Facebook